Mafalda, livros e bibliotecas na Argentina

Olá, pessoas! Tudo bem com vocês?

No começo de setembro estive na Argentina e, apesar do objetivo da viagem não ter nenhuma relação com a Biblioteconomia, acabei aproveitando para conhecer alguns pontos turísticos literários e afins.

Biblioteca Pública de la Universidad Nacional de La Plata

Vou começar minha narrativa pela visita que fiz a Biblioteca Pública de la Universidad Nacional de La Plata. Essa é a principal biblioteca pública da cidade de La Plata e nela tive a oportunidade de conhecer parte do acervo das Salas Museo que são o setor da biblioteca responsável pela guarda e preservação das obras raras do acervo. Continue lendo “Mafalda, livros e bibliotecas na Argentina”

Setembro é tempo de #LibraryCardSignUp

Olá, pessoas!

Vocês viram a tag #LibraryCardSignUp?

rex
#PraCegoVer: Print de uma postagem no Instagram. Na imagem aparece um dinossauro inflável, no balcão de atendimento, fazendo seu cartão da biblioteca. Ao fundo aparecem várias estantes com livros expostos. A legenda usada na postagem pode ser traduzida como “Rexy não consegue parar de sorrir! Ele agora pode pegar 75 itens e passar seu tempo lendo-os com suas pequenas garras … ou são mãos?” Fonte da imagem: Rancho Cucamonga Library

Continue lendo “Setembro é tempo de #LibraryCardSignUp”

As bibliotecas estão no Instagram and I think that’s beautiful

Hello, people!

social-1834010_640
As bibliotecas vão dominar o Instagram. Fonte da imagem: Pixabay

Vocês já atualizaram os stories de vocês hoje? 😉 😀 Calma que eu não vou lá conferir. Essa pergunta é só porque a postagem de hoje é sobre bibliotecas e Instagram. Essa mídia social tem sido cada vez mais utilizada pelas bibliotecas e existem vários perfis que – seja pela criatividade das postagens, riqueza do acervo ou pela diversidade de programação da instituição que o mantém – vale a pena acompanhar. Então, vamos a sete deles! Continue lendo “As bibliotecas estão no Instagram and I think that’s beautiful”

Sudoku na biblioteca

Amei essa foto postada no Instagram pela Brooklyn Public Library. Os amantes de jogos de raciocínio lógico, especialmente sudoku, devem ter curtido também.

sudoku
Vamos jogar!

#Resenha – Eu amo bibliotecas

BORGES, Iris. Eu amo bibliotecas. São Paulo: Instituto Callis, 2009.

Não é novidade bibliotecas servirem como cenário e/ou inspiração para narrativas literárias. A leitura, especialmente a de livros, é comumente a associado a magia e ao encantamento. Sendo as bibliotecas o mais antigo abrigo dos livros já era de se esperar que a mágica associada ao segundo desaguasse também no primeiro.

Esse é o caso do livro infantil Eu amo bibliotecas, escrito por Iris Borges. Esse livro narra, em primeira pessoa, a relação de uma menina com a biblioteca localizada nas proximidades de sua casa.

amo
Capa do livro Eu amo bibliotecas.

A pequena narradora conta o que gosta de fazer quando vai a biblioteca. Ela é observadora e uma das coisas que mais chama sua atenção é o comportamento da bibliotecária. Nesse ponto, ela descreve de maneira simples, óbvio, as principais atividades exercidas por essa profissional. No livro aparece o atendimento ao público, o processo técnico (tem até foto de um fichário antigo), a realização de atividades culturais diversas na biblioteca. E tudo isso é associado a figura da bibliotecária pela menina. Que baita propaganda positiva da nossa profissão!

Ao final do livro, há um pequeno texto falando um pouco sobre a importância das bibliotecas e sobre os/as bibliotecários/as. Esse é um livro para leitores que já tem um certo nível de leitura. A faixa etária recomendada é de 5-8 anos. As ilustrações são criativas e o acabamento é excelente.

Amei o modo como a biblioteca, a bibliotecária e, indiretamente, a biblioteconomia, são representados nessa obra. 🙂 ❤ E vocês, conhecem outros livros infantis em que a biblioteca e/ou bibliotecários/as são representados de um jeito tão legal?