O que é a Plataforma Acácia?

A Plataforma Acácia foi lançada em 2018 e tem como objetivo “[…] documentar as relações formais de orientação no contexto dos programas de pós graduação brasileiros” (UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC, [2019?]). Desenvolvida por pesquisadores do Grupo de Pesquisa em Cientometria da UFABC, essa plataforma usa os dados presentes na Plataforma Lattes (olha aí mais um motivo para manter o Currículo Lattes atualizado) para demonstrar como pesquisadores(as) se relacionam e se influenciam no tocante as orientações em nível de pós-graduação (mestrado e doutorado) e pós-doutorado.

Atualmente, 1.272.590 de acadêmicos(as) possuem suas relações de orientação inseridas na Plataforma Acácia. A última atualização de dados na plataforma ocorreu em julho de 2019 e há perspectiva de que uma nova atualização dela ocorra em um futuro breve.

Continuar lendo

Identificação de autoria: Scopus Author ID e IraLis

Descrição da imagem: Figura com fundo vermelho. Centralizado no topo está escrito Identificadores de Autor. Na parte inferior direita aparece o desenho de um crachá. Nele predomina a cor verde claro.

Nas últimas postagens falei sobre o Orcid e o ReseracherID, que são os identificadores de autor mais utilizados no ambiente acadêmico. Porém, existem outras iniciativas menores e/ou centradas em nichos e plataformas específicas que também se dedicam a essa questão. No post de hoje vou apresentar duas delas.

Scopus Author ID

O Scopus Author Identifier é um código numérico criado e adotado pela base Scopus a fim de agrupar sob um mesmo código todos os documentos escritos por uma mesma pessoa. Diferente do Orcid e do ResearcherID, não é necessário realizar um cadastro, pois o identificador é criado pelo algoritmo da Scopus, todavia autores podem solicitar correções em seus nomes e ou trabalhos a ele vinculados, por exemplo. Esse identificador abarca apenas pessoas que tenham artigos indexados na referida base.

Continuar lendo

O ResearcherID acabou?

Alguns dias atrás escrevi uma postagem aqui no blog explicando por quais razões você deve possuir e manter atualizado o seu ORCID. Hoje vou continuar falando sobre identificadores de autor ao tratar de um identificador que passou por um rebranding grande: o ReseracherID.

Criado em 2008 pela Thomson Reuters (atualmente denominada Clarivate Analytics) para atuar como um identificador único de autor e, assim, resolver problemas de atribuição de autoria de trabalhos acadêmicos, o ReseracherID, provavelmente, foi a primeira iniciativa desse tipo que atingiu significativa adesão entre pesquisadoras(es) ao redor do mundo.

Continuar lendo

Preciso atualizar meu ORCID?

O ORCID, cujo nome completo é Open Researcher and Contributor ID, é um código numérico composto por 16 dígitos que busca criar uma identificação única para pesquisadoras e pesquisadores.

Sigla ORCiD está escrita nas cores cinza e verde. São cinzas as 3 primeiras letras e verdes as duas últimas. Abaixo dela está escrito, na cor cinza, "Conectando pesquisas e pesquisadores".
Descrição da imagem: A sigla ORCiD está escrita nas cores cinza e verde. São cinzas as 3 primeiras letras e verdes as duas últimas. Abaixo dela está escrito, na cor cinza, “Conectando pesquisas e pesquisadores”.

Numa das minhas participações no Plurissaberes Podcast (antigo BCHCast) expliquei de modo um pouco mais detalhado o que é o ORCID, como se cadastrar e em que situações ele é utilizado. Porém, por se tratar de um episódio introdutório, não consegui me aprofundar num aspecto em que pesquisadoras(es) brasileiras(os) costumam derrapar: a atualização do ORCID. Na postagem de hoje vou tentar preencher essa lacuna.

Continuar lendo

Dicas para preencher o Currículo Lattes

Nas últimas semanas o Instagram do blog esteve movimentado, pois fiz uma série de postagens com explicações e dicas de preenchimento do Currículo Lattes. Tentei abordar dúvidas recorrentes e também algumas curiosidades, pois existem funcionalidade do Lattes que são desconhecidas por muita gente.

Porém, o Lattes é um mundo, a série de postagens não é eterna e por isso muita coisa ficou de fora. Para tentar minimizar essas ausências, elaborei essa postagem reunindo os links para materiais que contem instruções sobre o preenchimento desse currículo.

Continuar lendo