Resenha – Olhares em movimento sobre a transversalidade dialógica da Biblioteconomia e Ciência da Informação

JESUS, Mirleno Livio Monteiro de; MOUTINHO, Sônia Oliveira Matos (Org.). Olhares em movimento sobre a transversalidade dialógica da Biblioteconomia e Ciência da Informação. Teresina: IFPI, 2019.

Essa coletânea chegou na minha estante ano passado durante a Bienal do Livro, foi presente do colega Hernandes Andrade, mas só recentemente concluí a leitura dela. São 10 capítulos cujo conteúdo mescla reflexões teóricas com a descrição e discussão de experiências práticas.

Como o próprio título indica, a proposta do livro é ser transversal e por isso os capítulos cobrem temáticas variadas tais como, estágio supervisionado, literatura de África, informação científica, práticas de leitura, biblioterapia, repositório institucional, cultura e memória.

Continue lendo “Resenha – Olhares em movimento sobre a transversalidade dialógica da Biblioteconomia e Ciência da Informação”

#Fichamento – Ambientes e fluxos de informação

VALENTIM, Marta (Org.). Ambientes e fluxos de informação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. 281 p.

Informações gerais sobre a obra

Capa do livro "Ambientes e fluxos de informação"
#Acessibilidade: Capa do livro “Ambientes e fluxos de informação”. A capa é cinza e nela aparecem nome da organizadora, título e editora da obra.

Coletânea composta por 14 capítulos escritos por autoras/es brasileiras/os. Além de textos da própria organizadora da coletânea, constam textos de Regina Belluzzo, Oswaldo Almeida Junior, Bárbara Fadel, dentre outras/os. Essa obra recebeu, até a data dessa postagem, 93 citações segundo as métricas fornecidas pelo Google Acadêmico.

O principal ponto positivo desse livro é reunir textos sobre os fluxos de informação existentes para além da biblioteca. Bibliotecárias que atuam ou tem interesse de atuar no ambiente empresarial podem tirar bastante proveito da leitura desta obra.

Continue lendo “#Fichamento – Ambientes e fluxos de informação”

Obras de referência para profissionais da informação

Como prometido, a postagem de hoje trata das obras de referência cujo conteúdo foca em uma ou mais ciências da informação. Se você chegou agora pode querer dá uma olhada na postagem em que explicamos o que são obras de referência.

arrow-2564_1280
Informação? É por aqui, sr(a) Fonte da imagem: Pixabay

As obras de referência podem assumir diversos formatos, mas no caso da biblioteconomia, arquivologia, ciência da informação e áreas afins uma boa parte das obras de referência existentes assume o formato de dicionário ou glossário. Então vamos a elas!

CUNHA, Murilo Bastos da; CAVALCANTI, Cordélia Robalinho de Oliveira. Dicionário de Biblioteconomia e Arquivologia. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2008. 451 p.

554615_AmpliadaQuem frequenta o Estante de Bibliotecária já se deparou com citações da obra Dicionário de Biblioteconomia e Arquivologia. Na verdade foi essa obra a inspiração pra criação da “seção” #BiblioTermos aqui no blog. Esse livro reúne os principais termos de ambas as áreas e os verbetes foram elaborados a partir de um excelente referencial teórico. O que mais gosto é o fato das definições serem na medida, nem curtas nem extensas demais, além das várias remissivas que a obra possui.

Continue lendo “Obras de referência para profissionais da informação”

#NEWS – Periódico Datagramazero encerra atividades

Um dos periódicos mais tradicionais da Ciência da Informação anunciou o término de suas atividades. O Datagramazero, que completaria ano que vem dezessete anos de circulação, publicou seu último número nesse mês de dezembro de 2015.

No editorial do periódico e em blog pessoal o editor da revista, Aldo Barreto expôs os motivos que o levaram a essa decisão e agradeceu a todos/as que acompanharam o trabalho do periódico ao longo dos últimos dezesseis anos.

+INFO

Texto de Aldo Barreto em seu blog sobre fim das atividades da Datagramazero

Último número da Datagramazero

Coletâneas para conhecer a CI

Quem está a algum tempo envolvido com a Ciência da Informação (CI), nem precisa ser um relacionamento sério,  já deve ter notado o quanto é comum encontrar publicações da área no formato de coletânea. Não tenho dados estatísticos, olha a dica de pesquisa, mas uma parcela bem significativa dos livros sobre CI são elaborados nesse formato. Pois bem, nesta postagem vou apresentar brevemente cinco coletâneas que li e me ajudaram a conhecer um pouco mais os caminhos intrincados da CI.

PINTO, Virgínia Bentes; CAVALCANTE, Lidia Eugenia; SILVA NETO, Casemiro (Org.). Ciência da informação: abordagens transdisciplinares gêneses e aplicações. Fortaleza: Edições UFC, 2007. 261 p.

CIENCIA_DA_INFORMACAO_1360152044BPublicado em 2007, esse livro é uma das coletâneas sobre a CI que mais utilizo. Os cinco capítulos iniciais, que focam nos aspectos epistemológicos da CI, me ajudaram bastante na construção do referencial teórico da minha monografia, defendida em 2013. Por esse exemplo é possível perceber que algumas discussões apresentadas no livro continuam bem atuais. Além desses, há capítulos sobre memória, transferência de tecnologia e políticas de leitura. Continue lendo “Coletâneas para conhecer a CI”