Conselhos para futuros bibliotecários de referência

Se você olha para o Setor de Referência e pensa “será que isso aí é pra mim?”, então essa lista de conselhos é pra você.

desk-2037545_1280
E aí, concorda com a citação? Fonte: Adaptado de Pixabay

1 – Ser tímido/a não significa não ser capaz de atuar no setor de referência. Assim como ser comunicativo não é garantia de uma boa atuação nesse setor. Sou introspectiva e reservada a maior parte do tempo com a maioria das pessoas e mesmo assim consigo desempenhar minhas atividades muito bem. Tenha em mente que falar em público é algo que pode ser aprendido e praticado;

2 – Você não precisa ser a pessoa mais simpática do mundo para atuar na referência. Educação, muita paciência e dedicação costumam ser suficientes;

3 – As vezes, você vai se deparar com situações e pessoas que vão testar sua paciência. Nessas horas, respire fundo e tente manter a calma. Confie no que você sabe;

4 – Tenha em mente que faz parte do seu trabalho revirar de ponta cabeça bases de dados, normas, guias e toda e qualquer ferramenta ou recurso que possa ser útil para sua comunidade;

4.1 – Domina os recursos informacionais de que sua comunidade precisa? Então vá a Maomé, ou seja, encontre jeitos de se comunicar e tentar transmitir o que você sabe para sua comunidade;

5 – Nunca, nunca mesmo, ache que estar na mídia social da moda é suficiente para alcançar sua comunidade. Isso pode ser mais ou menos importante dependendo do seu público alvo, mas sua presença nela não lhe exime de explorar outras possibilidades e nem lhe permite ignorar canais de comunicação mais tradicionais. As vezes, um cartaz impresso em papel A4 tem mais impacto que suas postagens no Facebook;

6 – Conscientize-se que o trabalho de referência é um trabalho sem fim. Novos usuários chegam e você tem que explicar o básico de novo. Os usuários mudam e isso, muitas vezes, exige que o serviço de referência também mude e se reinvente;

7 – Peça ajuda sempre que precisar e lembre-se que cada profissional tem seu estilo de atuação. O fato de seus colegas agirem de maneira formal/informal não significa que você tenha que agir do mesmo modo. Encontre um estilo de atuação que combine com a sua personalidade;

8 – Por fim, tenha sempre em mente que cada comunidade de usuários têm necessidades específicas e que, portanto, as ações bem sucedidas que você realizou no passado e/ou em outras bibliotecas podem não funcionar no presente.

Trabalhar na referência é excelente, mas exige muito dos profissionais que nela atuam. Não pense nem por um segundo que esse tipo de trabalho pode ser levado na brincadeira. A comunidade que você atende merece o seu melhor e por isso se, depois de tentar, você concluir que a referência não é pra você, tudo bem. Bibliotecas tem espaço para todos/as e tenho certeza que você conseguirá encontrar seu lugar.

 

9 comentários em “Conselhos para futuros bibliotecários de referência

  1. Oi, Flávia!
    Que alegria saber que o conteúdo do Estante está te ajudando. Obrigada pela visita e pela sugestão. Beijos e bons estudos! 🙂

    Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.