Dois dedos de prosa sobre ter um blog

1
O bloguinho e eu acabamos de ganhar uma coroa de louros

Acessei o blog e me deparei com um “Parabéns!” do WordPress por ser usuária desta plataforma a meia década. Faz 5 anos que estou metida neste mundo de blogs produzindo conteúdo e muita água já rolou embaixo desta ponte. Já tive blog que não existe mais e já mudei radicalmente de opinião e de público alvo das postagens. Já até falei que nunca mais teria blog na vida, mas cá estamos nós.

O bloguinho, como tudo na vida, tem altos e baixos. Tem períodos em que – por n motivos – simplesmente não consigo avançar nas postagens. Não rende, sabe? Por isso que tenho mudado um pouco minha estratégia de organização e produção de conteúdo. Porém, apesar das mudanças, este aqui segue sendo meu espaço favorito. Não tá na moda como outras mídias, mas eu realmente curto muito – apesar do tempo que demanda – produzir conteúdo pra este formato aqui.

Tenho certeza que nunca seremos um blog com milhares de leitores semanais, mas esse nunca foi o plano. A ideia sempre foi criar um espaço que me ajudasse a manter a mente ativa e reflexiva em torno da Biblioteconomia. E, modéstia a parte, acho que estou me saindo bem na tarefa.

O Estante de Bibliotecária já tem três anos e acompanhar as estatísticas ainda é uma das minhas tarefas favoritas aqui no blog. Não sou a louca da contagem de visualizações e curtidas, mas sempre fico curiosa em relação a como você chegou até aqui. Será que foi recomendação de alguém? Será que você me segue em alguma mídia social e acessou o blog através de um link que compartilhei por lá? Será que foi através de buscadores? Será que nem você sabe dizer exatamente como veio parar neste cantinho fofo da Internet? Muitas possibilidades…

O WordPress fornece algumas estatísticas e isso me ajuda a entender quais tags e títulos funcionam melhor, mas na maioria das vezes eu perco é feio para a criptografia dos buscadores e fico sem saber como nos encontramos. Então, me conta 😉

É legal acompanhar o crescimento das postagens. Ver como um texto começa pequeno, com poucos leitores, mas mês a mês vai crescendo e ganhando o mundo. Fico contente em saber que o bloguinho é útil para alguém. É na tentativa de entender melhor você que, vez por outra, eu fico perturbando pedindo a sua opinião. Por isso, seja legal e comente aqui (ou em outra postagem) ou em alguma das mídias do blog quando você gostar de algo, quando sentir falta de algum conteúdo. Não consigo escrever sobre tudo no mundo da Biblioteconomia, mas eu tento :p

Até porque, manter a mente ativa e funcionando é muito mais divertido quando trocamos ideias com outras pessoas. Nos vemos por aí!

 

2 comentários em “Dois dedos de prosa sobre ter um blog

  1. A ideia sempre foi criar um espaço que me ajudasse a manter a mente ativa e reflexiva em torno da Biblioteconomia. E, está me ajudando muito nisso.

    Curtido por 1 pessoa

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.