Duas opções para trocar livros

O que vocês fazem com os livros que já leram?

Eu, vez por outra, troco os meus livros por outros. Existem vários caminhos para fazer isso, mas hoje vou falar de duas plataformas que já utilizei e com as quais tive boas experiências.

Skoob Plus

O Skoob é uma mídia social voltada para leitoras(es) que, dentre outras coisas, oferece um canal para viabilizar a troca de livros entre usuárias(os). Para conseguir trocar livros pela plataforma é preciso atualizar gratuitamente seu perfil para o Skoob Plus.

Descrição da imagem: Logomarca do Skoob. Na esquerda aparece desenho de uma coruja lendo um livro. Ao lado dela está escrita, em letras minúsculas, a palavra skoob. Toda a logomarca é azul claro. Créditos da Imagem: Skoob.

Depois disso, você precisa disponibilizar livros para troca. Quando tiver enviado duas obras para outra(s) pessoa(s) através da ferramenta, você estará habilitada a realizar solicitações de troca a outras pessoas que também utilizam o Skoob Plus.

Os custos de postagem ficam por conta de quem está enviando a obra. A ideia é que, assim como você pagou para enviar um livro para alguém, outra pessoa tambepm pagará pra enviar o livro para você. O Skoob faz algumas recomendações de “boas práticas” para quem utiliza o programa e, a maioria das pessoas, costuma cumpri-las.

Quando tinha perfil no Skoob realizei várias trocas usando a infraestrutura fornecida pela plataforma. Garimpei tanto que cheguei a conseguir livros de Biblioteconomia, então vale a pena explorá-la.

Biblioteca de Trocas MNB

O projeto Mulheres Negras na Biblioteca (MNB) lançou esse ano uma biblioteca de trocas. Focada em obras de autoras negras, a ideia do projeto é simples: você envia um livro de uma escritora negra e pode solicitar uma das obras listadas no site do projeto.

Descrição da imagem: Logomarca do Projeto Mulheres Negras na Biblioteca (MNB). A logo é composta pelo nome do projeto escrito em duas linhas. Na linha superior está escrito “mulheres negras” e na linha inferior, em letras um pouco maiores, está escrito “na biblioteca”. A palavras “negras” está destacada de marrom. Créditos da imagem: Projeto MNB

Tem títulos para crianças e adultos e cada pessoa pode fazer até duas trocas por mês. As obras recebidas passam a fazer parte do acervo e, portanto, para a troca, são aceitos apenas livros de autoras negras. O acervo disponibilizado é rico e engloba autoras de vários países e estilos.

Utilizei recentemente o projeto e tudo funcionou muito bem. Já estou, inclusive, pensando em quais serão as próximas trocas que vou realizar.

Embora surgidos com objetivos diferentes, tanto o Skoob Plus quanto a Biblioteca de Trocas MNB contribuem para que livros circulem mais. É importante pensarmos o consumo de livros para além da compra e do acúmulo e, sem dúvida, trocar obras que já lemos por outras que queremos ler é uma boa opção de caminho para seguir.

Usou esta postagem? Então, faça a referência:

SANTOS, Izabel Lima dos. Duas opções para trocar livros. In: SANTOS, Izabel Lima dos. Estante de Bibliotecária. Fortaleza, 20 set. 2021. Disponível em: https://estantedebibliotecaria.com/2021/09/19/duas-opcoes-para-trocar-livros/. Acesso em: dia mês ano.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.